Crianças de férias: como entretê-las sem gastar muito?

Crianças de férias: como entretê-las sem gastar muito?

30 atividades para se divertir com as crianças dentro e fora de casa.

Guia de Bolso - 7 dez, 2015

Durante as férias escolares, pais e mães deixam de lado algumas preocupações, como preparar a lancheira, lavar o uniforme, organizar o material e, em alguns casos, levar e buscar a criança no colégio.

Porém, outro tipo de preocupação pode surgir nesse momento: como entreter os pequenos por mais de 30 dias, sem perder o ânimo nem o controle do orçamento?

Nesta época do ano, as contas costumam se acumular, sem falar no planejamento para o próximo ano, para a próxima matrícula, para o material escolar, etc. Muitas vezes, não sobra dinheiro para viajar nem para ficar fazendo programas caros que agradem a turma.

Então, veja 30 dicas de brincadeiras, atividades lúdicas, divertidas e educativas para dar às crianças férias inesquecíveis sem gastar muito.

Dentro de casa:

1 – Massinha de modelar. Faça em casa: misture 4 xícaras de farinha de trigo, 1 xícara de sal, 1 e 1/2 xícara de água, 1 colher de chá de óleo e amasse bem até ficar boa para modelar. Pronto. Aí é só separar em algumas porções, usar corante alimentício para tingi-las e começar a brincadeira. Para conservar a massinha, guarde em sacos plásticos ou em potes bem tampados.

2 – Arte com argila também é uma opção para desenvolver a criatividade dos pequenos que pode render muita diversão. A bagunça causada pela brincadeira compensa.

3 – Fábrica de brinquedos. É possível fazer carrinhos, máscaras, robôs, fantoches, etc. com sucata, recicláveis e materiais de papelaria. Soltem a imaginação.

4 – Bordado em estopa. Com agulhas plásticas de ponta arredondada e alguns fios de lã ou barbante colorido, os pequenos podem fazer vários desenhos sobre uma tela de estopa. Ensine o princípio de passar a linha de um lado ao outro e deixe-os se divertirem.

5 – Corredor de barbante. Crie uma missão impossível: ao longo de um um corredor, prenda fios de barbante de uma parede a outra em diversas direções, como as luzes de um alarme. Depois, desafie a criança a atravessar o corredor sem tocar os barbantes.

6 – Teatro. Criem fantasias misturando roupas, inventem personagens, pensem na história, improvisem um palco no quintal ou em outro cantinho aconchegante e boas risadas.

7 – Karaokê. Faça uma playlist com as músicas preferidas de vocês e proponha um concurso de canto e dança.

8 – Histórias em quadrinhos. Leiam juntos ou criem a sua própria historinha, com heróis, vilões, mocinhos e tudo mais que a criatividade permitir.

9 – Sessão de cinema. Escolha bons filmes, prepare pipoca e outras guloseimas e divirtam-se.

10 – Jogo de obstáculos. Crie um caminho, em que haja alguns obstáculos (almofadas, cadeiras, caixas, cobertores, etc.) e com uma linha de chegada. Quem chegar primeiro sem derrubar nada vence.

11 – Competição de videogame. Ótima ideia para reunir e entreter pais e filhos que gostem de jogos eletrônicos. Proponha uma competição com pontos e divirtam-se.

12 – Pular corda ou elástico. Você fez isso na infância? Seu filho também vai gostar de fazer. Além de serem ótimos exercícios físicos.

13 – Festa do Pijama, Noite dos Games ou Dia do Salão. Que tal convidar os amiguinhos para a brincadeira? De acordo com as preferências da criança, dá para fazer temáticas divertidas na hora de reunir a garotada.

14 – Cozinhar em família. Gosta de cozinhar? Então leve as crianças para a cozinha para fazer bolos, biscoitos, espetinhos de frutas confeitados ou o que preferirem.

15 – Acampamento em casa. Mesmo sendo no quintal, na sala ou no próprio quarto, as crianças adoram a ideia, só por ser diferente. Quem não tem uma barraca de camping, pode improvisar com colchões, lençois e travesseiros.

16 – Carta para amigo ou parente. Pode ser escrita, desenhada, com colagens e o que mais a imaginação permitir. Uma atividade lúdica e cheia de aprendizados.

17 – Jogos de tabuleiro. Se você já tem alguns em casa, podem render bons momentos em família.

 Fora de casa:

18 – Bolhas de sabão gigantes. Misture 3 medidas de água com 1 de xarope de milho (ou glucose). Mexa bem até ficar homogêneo. Depois, acrescente 2 medidas de detergente. Deixe a mistura descansar por 2 dias. Para fazer bolhas bem grandes, use dois palitos de churrasquinho sem ponta. Amarre um pedaço grande de barbante à ponta de cada palito. Em seguida, amarre as duas pontas soltas dos barbantes. Aí é só segurar pelos palitos e mergulhar o barbante na mistura de detergente para fazer as bolhas gigantes.

19 – Guerra de balões d’água. Encha alguns balões (bexigas) de água até a metade e amarre-os. Separe os participantes em times e estejam prontos para se molhar e se divertir bastante.

20 – Caça ao tesouro. Esconda chocolates, balas ou pequenos brindes no jardim ou quintal (também dá pra fazer dentro de casa) e deixe as crianças procurarem. Dependendo da idade dos pimpolhos, dá para fazer pistas escritas ou desenhadas para animar o jogo.

21 – Piquenique. Prepare uma cestinha com as guloseimas preferidas de vocês. Escolha um parque ou uma pracinha legal. Não esqueça de levar uma toalha grande para acomodar os comes e bebes.

22 – Cultivar uma mini-horta. Pode ser no quintal ou em pequenos vasinhos. As mudas podem ser feitas com alimentos que vocês tem em casa (manjericão, hortelã, salsinha, alecrim, alho poró, cebola, etc.). Veja mais dicas aqui.

23 – Fazer e soltar pipa. Veja tutoriais na Internet ensinando a fazer pipas. É simples (basta um pouco de papel de seda, cola, tesoura e alguns palitos) e a fabricação das pipas já rende muita diversão. Depois é só procurar uma área próxima livre de fiação elétrica e brincar ao sabor do vento.

24 – Esconde-esconde e pega-pega. Você deve ter brincado disso na infância. E pode acreditar: as crianças ainda adoram esse tipo de passatempo. Ainda mais se você entrar na correria com elas.

25 – Fazer fogueira. Neste caso, é você quem faz a maior parte da atividade em si, mas nem por isso as crianças se divertem menos. Deixe que acompanhem você catar a lenha, montar a fogueira, fazer o fogo. Depois, reunam-se em volta da fogueira, contem histórias, assem batata e milho ou derretam marshmallows e aproveitem.

26 – Visita a bibliotecas, museus, planetários. Locais com ingressos baratinhos, que, além de serem atividades educativas, podem render uma boa diversão. Escolha lugares novos e interessantes para a criança.

27 – Visita a asilos, ONGs, abrigos. Um programa diferente, que pode atrair bastante a atenção da criançada e ajudar a ensinar a elas valores elevados. Afinal, nem só de diversão é feito o aprendizado. Visitar instituições como estas pode ser um passatempo bastante interessante.

28 – Miniviagem para aldeia indígena, cachoeira, parque aquático ou reserva ambiental. Pesquise os locais próximos à cidade que possam ser de interesse da família e tenham um bom custo-benefício. E divirtam-se. Um bate e volta de um dia (sem gastos com hospedagem) pode ser o suficiente.

29 – Acampamento ou pesca. Para famílias que gostem de atividades como essas, o passeio pode ser uma ideia barata e muito recreativa.

30 – Bicicleta, patins, skate. Se a criança já gosta desse tipo de atividade, encontre um novo parque ou praça e vá brincar com ela. Também é possível ensinar um novo esporte ou procurar aulas para toda a família.

Gostou do artigo? Quer outras dicas para economizar? Conheça o maior sistema cooperativo de crédito do país, o Sicoob, e descubra como fazer mais economia e administrar melhor o seu dinheiro.

Leia Também

Comentários

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *