Como conseguir um emprego temporário?

Como conseguir um emprego temporário?

6 dicas para aproveitar a movimentação do mercado e conseguir uma boa vaga

Guia de Bolso - 22 dez, 2017

Mais de 73 mil vagas temporárias. Essa é a estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) de contratações do setor nas festas de fim de ano de 2017.

Em comparação ao mesmo período do ano anterior, a estimativa é de 10% mais empregos temporários no comércio brasileiro no período de novembro a fevereiro, aproximadamente (variando por região). E isso falando só do comércio.

Quer aproveitar para garantir uma boa colocação? Então, confira as dicas a seguir:

 

1 – Reveja suas habilidades e conhecimentos

Suas chances de conseguir uma vaga temporária aumentam quando você busca por áreas nas quais tem algum conhecimento prévio ou afinidade.

Se gosta de trabalhar com números, pode procurar por vagas de caixa, por exemplo. Se entende de informática, pode procurar lojas desse ramo. Se prefere ter menos contato com o público, pode procurar por vagas de estoquista, entre outras.

O importante é perceber que suas habilidades, seus conhecimentos e suas experiências são a chave para conquistar uma boa vaga.

 

2 -Faça um currículo objetivo

Tendo identificado suas qualidades a serem destacadas, elabore um currículo específico para este momento, com informações diretas e objetivas.

Nas contratações temporárias, o empregador geralmente não tem tempo a perder. Por isso, currículos objetivos e resumidos podem ajudar.

A especialista em Recursos Humanos, Andrea Huggard, ainda acrescenta: “O currículo para uma loja de departamento de roupa não deve ser o mesmo entregue para um supermercado. Demonstre, em cada um deles, por que você deve trabalhar naquele lugar”.

Ou seja, o ideal é fazer versões objetivas do seu currículo, conforme as atividades e locais em que pretende conseguir uma vaga. Aliás, vamos falar sobre isso:

 

3 – Procure nos lugares certos

A maioria dos empregos temporários está concentrada no comércio. De acordo com a CNC, a previsão é que os maiores contratantes sejam: estabelecimentos de vestuário e/ou calçados, supermercados e lojas de artigos de uso pessoal e doméstico.

Contudo, se o comércio não for o seu forte, não desanime. Empregos temporários na indústria e no setor de serviços também podem ter alta (principalmente, em ramos como eventos, transportes, hospedagem, etc.). Fique atento às oportunidades (inclusive às redes sociais das empresas em que gostaria de conseguir vaga), busque alternativas e seja confiante.

 

4 – Procure algo próximo a você

As contratações temporárias costumam ser devidas a um movimento de clientes muito maior que o normal.

Portanto, alguns estabelecimentos trabalham com horários estendidos. E, é até provável, em alguns casos, a negociação de horas extras com os trabalhadores.

Para facilitar, comece, então, procurando oportunidades mais próximas a você. Dê uma volta na vizinhança. Circule pelo bairro. Vá a shoppings e centros comerciais próximos.

 

5 – Demonstre interesse e venda suas qualidades

Ao tratar com um empregador ou recrutador, antes de tudo, seja você mesmo. Mas lembre-se de assumir uma postura confiante e de ter uma atitude interessada.

O coach de carreira, Bob Floriano, comenta: “O candidato deve mostrar interesse real na tarefa que vai executar, mesmo que não seja da sua área. É preciso oferecer seus talentos, mostrando como eles podem ser utilizados na função ofertadas. Se existe um conselho que eu posso dar para quem busca um emprego temporário hoje é: não peça emprego, ofereça vantagens”.

 

6 – Temporário não é menos importante: tenha isso em mente

Não é porque a vaga é temporária que ela deve ser considerada de menor importância. Trabalhos assim não são apenas oportunidades de conseguir uma renda extra, como também podem render bons aprendizados e, em alguns casos, o que era provisório pode até virar um emprego fixo.

Afinal, muitas empresas aproveitam-se das contratações extras para garimpar talentos.

Foi o que aconteceu com Adriana Arruda, que começou como vendedora temporária e hoje, após 13 anos, é a gerente geral do estabelecimento. Ela comenta: “Quando a gente entra como temporário, é mais ou menos como um namoro. Você vai conhecer a empresa e a empresa vai te conhecer. Se gostarem, vem o casamento, a efetivação.”

Portanto, encare as vagas temporárias com a mesma dedicação e seriedade de uma contratação efetiva. Desde a entrevista, mantenha uma boa postura: seja pontual, comprometido e cordial. Demonstre competência e proatividade. Assim, certamente, a vaga será sua.

 

Gostou dessas dicas para conseguir um emprego temporário? Então, comente e compartilhe.

Você também vai gostar de conhecer o maior Sistema Cooperativo de Crédito do Brasil, o Sicoob.

Leia Também

Comentários

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *