10 filmes e séries do Netflix sobre finanças e negócios

10 filmes e séries do Netflix sobre finanças e negócios

De bitcoins e crowdfunding a inspirações profissionais e reflexões sobre o dinheiro

Guia de Bolso - 13 dez, 2017

Aprender sobre finanças e negócios pode ser mais interessante do que muita gente imagina. Afinal, são assuntos que fazem parte da vida de todo mundo. E até vendo filmes e séries dá para tirar lições valiosas sobre a nossa relação com o dinheiro e com o mercado de trabalho.

Aliás, o cinema já produziu algumas obras-primas sobre o tema, como o clássico Wall Street: Poder e Cobiça (1987) e sua continuação, Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme (2010) ou o mais recente O Lobo de Wall Street (2013), estrelado por Leonardo Di Caprio.

Mas as lições financeiras da telona vão muito além da Bolsa de Valores norte-americana. Quer ver só?

Confira algumas dicas de filmes e séries sobre dinheiro e negócios, disponíveis no Netflix atualmente, para aprender e para se inspirar:

 

DRAMAS

 

1 – Fome de Poder (2016)

O filme conta a história de ascensão da marca McDonald’s, revelando como o ex-vendedor ambulante Ray Kroc (Michael Keaton) conseguiu transformar as lanchonetes dos irmãos Mac Donald na famosa rede de fast-food mundial.

Coragem, persistência e inovação são algumas das lições que se pode tirar do longa-metragem. O protagonista pode até ter algumas atitudes com as quais é difícil concordar, mas Fome de Poder, com certeza, é uma ótima aula de empreendedorismo.

 

2 – Ouro de Cobiça (2016)

Baseado em fatos reais, o filme conta a história de Kenny Wells (Matthhew MacConaughey), um americano, filho de pai garimpeiro que se junta ao geólogo Michael Acosta (Edgar Ramirez) em um negócio que envolve mineração, negociação do ouro no mercado de ações e muitas aventuras.

De forma descontraída e envolvente, o filme aborda temas, termos e situações diversas do mercado financeiro, como a bolha criada pela empresa de Kenny e Michael. Uma perspectiva diferente da Bolsa, com uma boa dose de entretenimento.

 

DOCUMENTÁRIOS

 

3 – Capitalismo: Uma História de Amor (2009)

O cineasta Michael Moore já é conhecido por sua postura crítica e questionadora. Nesse documentário, o questionamento do escritor e diretor é sobre o próprio capitalismo. Afinal, que preço os cidadãos norte-americanos têm pago por seu amor a esse modelo econômico?

Com entrevistas e cenas reveladoras, o filme nos faz refletir sobre o modelo capitalista, seus valores e excessos, na desenfreada busca por lucro. Por outro lado, a obra pode motivar também a busca por alternativas viáveis. Nesse caso, vale lembrar, aqui, que o cooperativismo tem se mostrado uma ótima solução. Saiba mais em: A união da ONU com o cooperativismo brasileiro.

Leia também:

 

4 – Steve Jobs: Billion Dollar Hippy (2011)

O documentário conta os altos e baixos da Apple na era Jobs, com a participação do cofundador da empresa, Steve Wozniak, do marqueteiro Mike Murray, do publicitário europeu Andrew McGuiness e do amigo de Jobs, Daniel Kottke, entre outros.

Com tom pessoal e emocionante, o documentário mostra como Steve Jobs encarava as decisões difíceis, sem deixar-se levar pela emoção, fugindo de suposições e trabalhando sempre em equipe. Inspirador!

 

5 – Living on One Dollar (Vivendo com um dólar, 2013)

Viver com apenas um dólar por dia é um desafio encarado por mais de 1,1 bilhão de pessoas no mundo. Nesse documentário, quatro norte-americanos vivem essa experiência, por dois meses, na Guatemala, enfrentando problemas como a fome e a falta de saneamento.

No intuito de sensibilizar as pessoas para as situações de extrema pobreza ao redor do mundo, o filme não mostra apenas uma nova forma de lidar com o dinheiro, mas, acima de tudo, nos faz questionar realmente o valor das coisas.

 

6 – Capital C (2014)

Um filme inteirinho sobre financiamento coletivo. Ou melhor, o primeiro documentário “sobre a revolução do crowdfunding” – como foi anunciado o longa – trazendo três casos de sucesso: o fabricante de meias Freaker USA, o artista de cartas de baralho da Federal 52 e o desenvolvedor do game Wasteland.

Ou seja, o filme mostra, de forma empolgante, como pequenos empresários conseguiram levantar capital para seus negócios por meio do financiamento coletivo. Uma ótima forma de entender melhor essa nova ideia.

Leia mais sobre crowdfunding.

 

7 – Banco ou Bitcoin (Banking on Bitcoin, 2017)

O filme ideal para entender a origem, a tecnologia, as polêmicas e as motivações por trás do Bitcoin – a criptomoeda que tenta romper com o domínio dos bancos.

Repleto de entrevistas com especialistas e entusiastas da moeda digital, o filme ainda questiona sobre o real papel do dinheiro, dos bancos e do mercado financeiro. Muito indicado para quem quer refletir mais sobre o assunto.

Entenda mais sobre os bitcoins.

 

SÉRIES

 

8 – Abstract: The Art of Design (2017 – 1 temporada)

Um ilustrador, uma cenógrafa, um arquiteto, um fotógrafo e uma designer de interiores são alguns dos protagonistas de Abstract. A cada episódio, um dos profissionais compartilha algumas de suas histórias, além de técnicas e estratégias que fazem parte de seu trabalho.

Mesmo tendo o design como foco, a série pode ser recomendada para todos os tipos de empreendedores, já que traz lições valiosas sobre a concretização de projetos, sobre as etapas componentes de cada processo, além de realçar valores como a empatia, a persistência e a inovação.

 

9 – Billions (2017 – 2 temporadas)

Nascido em família pobre, o protagonista Bobby Axelrod (Damian Lewis) batalha até tornar-se um influente gestor de investimentos em Wall Street. A partir daí, desenrola-se uma envolvente trama sobre o mercado financeiro, misturando drama, suspense e muita ação.

Com produção de qualidade e elenco de destaque, a série trata sobre finanças, poder e política de forma atraente para um grande público. Além disso, Billions aborda elementos cotidianos dos grandes negócios poucas vezes mostrados na televisão e desmistifica muitas informações sobre o mercado financeiro.

 

10 – Chef’s Table (2017 – 3 temporadas)

Nessa série, renomados chef’s gastronômicos, de diferentes tipos e nacionalidades, contam suas trajetórias, seus aprendizados e até alguns de seus segredos profissionais. Mas a produção vai muito além da montagem de pratos e da descoberta de ingredientes, com foco na superação profissional de cada protagonista.

Longe de ser uma série só sobre comida, Chef’s Table trata de empreendedorismo, superação, autenticidade, busca de conhecimento, relação com fornecedores, trabalho em equipe, entre outros temas de interesse profissional. Uma apetitosa forma de aprender e de inspirar-se para fazer bons negócios.

 

Gostou do artigo? Tem algum comentário para compartilhar? Compartilhando e cooperando, a gente cresce. Aliás, você já conhece o maior Sistema Cooperativo Financeiro do Brasil, o Sicoob?

Leia Também

Comentários

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *